TRE cassa registro da candidatura de Ronaldo Lessa

06/08/2010 06:05

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassou o registro das candidaturas do ex-governador Ronaldo Lessa (PDT), e do ex-presidente, Joaquim Brito (PT), candidatos ao governo e a vice pela Frente Popular por Alagoas. A votação aconteceu na noite desta quinta-feira, e o resultado final foi seis votos a um contra a dupla – o único a votar a favor deles foi Luciano Guimarães, relator do processo.

Lessa e Brito ele foram enquadrados na lei do “Ficha Limpa” Para o TRE, a lei além de retroagir pode ser aplicada nos casos de condenação da justiça eleitoral e com penas já cumpridas.

O ex-governador foi condenado em 2006 há três anos inelegibilidade e já cumpriu a pena. Ele foi acusado de abuso de poder econômico, ao fazer campanha – quando era governador – para o então candidato a prefeito de Maceió, Alberto Sextafeira (PSB).

O candidato a vice, Joaquim Brito, também foi condenado pelo TRE, por abuso de poder político, quando era presidente da Companhia Energética de Alagoas (Ceal).

O advogado da coligação, Marcelo Brabo, afirmou que o vai recorrer da decisão do TRE. “O ex-governador foi punido, já cumpriu essa pena, e não há sentido desrespeitar o princípio constitucional. Tribunais, como no Rio Grande do Sul, já entenderam assim e estamos confiantes que vamos reverter essa situação”, disse.

Fonte: http://eleicoes.uol.com.br/2010/ultimas-noticias/2010/08/06/em-debate-morno-dilma-e-serra-dao-destaque-aos-governos-lula-e-fhc.jhtm